"Writing is a socially acceptable form of schizophrenia."
(E.L. Doctorow
)

"Words - so innocent and powerless as they are, as standing in a dictionary, how potent for good and evil they become in the hands of one who knows how to combine them."
(Nathaniel Hawthorne
)

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Irei falhar-te ...

Irei falhar-te. Sim, admito sem redundância.

Por vezes não serei o príncipe que mereces, aquele que te salvará nem que seja só com um sorriso; não serei aquele que vais amar para sempre, aquele que idealizaste como o homem da tua vida.
Serei em algumas alturas o alvo da tua raiva, da tua angústia, quem sabe da tua tristeza.
Dias vão existir em que nem sequer me vais querer ver, por todo o mal que te posso causar.
Ai pode não haver presente, mimo ou gesto que me possa salvar porque não fui justo para contigo.
Quem sabe serei um peso na tua alma, a amargura que te vai atormentar sem mereceres tal castigo.
Não sei se serei o teu abrigo à chuva todos os dias, aquele abraço que poderás precisar nos dias menos bons.

Posso não ser digno do teu amor, para sentença de todos os meus males.

Mas, apesar de tudo, estarei sempre contigo. Sempre ali, com o meu coração nas tuas mãos.
Porque por muito que te possa dizer que posso falhar juro que voltarei sempre a tentar para ser teu como sempre quis. Conquistar-te-ei todos os dias se assim for o destino para nós. Estarei lá para ti eternamente.
Esperarei por ti mesmo que todos os regressos se adiem, mereces isso.

1 comentários:

Happy Healthy disse...

Crónicas em Branco,

Como acho o teu blog muito inspirador, nomeei-te para o Liebester Award. Podes encontrar as regras no meu blog:

http://happyandhealthy.blogs.sapo.pt/

Parabéns. ;)

Enviar um comentário