"Writing is a socially acceptable form of schizophrenia."
(E.L. Doctorow
)

"Words - so innocent and powerless as they are, as standing in a dictionary, how potent for good and evil they become in the hands of one who knows how to combine them."
(Nathaniel Hawthorne
)

domingo, 24 de abril de 2011

Porcos, una-mo-nos!

Tenho duas notícias para todos, uma má e outra boa.

A má notícia é que a rasquez já não é de uma ou duas gerações, é de todos os porcos dentro do rectângulo.

A boa é que já ninguém está excluído do grupo da moda, somos todos PIGS. Sendo assim, parem de insultar alguém dizendo que a casa de alguém parece uma pocilga, está démodíssimo. Ter uma pocilga nos tempos que correm é sinónimo de patriotismo, de amor ao grupo, de orgulho em ser considerado um suíno. Por isso um desafio: vamos mostrar que também temos orgulho e que somos uma vara unida, vamos tornar o país numa autêntica pocilga e fazer jus ao nome! Espanha, Grécia e Irlanda, vocês estão convidadas a fazer o mesmo. Vamos mostrar que conseguimos cumprir alguma coisa, vamos mostrar a esses mercados que somos de confiança e trabalhamos com afinco, vamos responder àquilo que nos chamaram, vamos ser PIGS!

Queria chamar a atenção a três porquinhos que brincam, brincam e brincam mas não estão a ajudar o resto da porcalhada. Por isso, advirto o Porco-Mor, Cavaquinho, o Primeiro-Porco, Zezinho e o Contra-Porco, Pedrinho:

«Andam quase 11 milhões de porcos a trabalhar e a chafurdar na lama para quê? Para depois os três porquinhos andarem às turras?

Já estamos fartos que o Cavaquinho não goste do Zezinho e o Zezinho não goste do Pedrinho e que o Cavaquinho amue com a zanga do Zé e do Pé e faça birra. Paciência, entendam-se! Ou temos que chamar o lobo mau para impor ordem?

Mas atenção! Os outros suínos do Parlamento também precisam de um puxão naquela cauda encaracolada, que não pensem que se escapam!

Concluindo, nós já sabemos que deixamos de ser pessoas para ser porcos, aceitamos esse facto – o nosso país está na lama –, e vocês? Nós acreditamos que conseguimos corresponder àquilo que os donos da quinta acham de nós. Vejam se acabam com as birras e se entendem para liderar a vara portuguesa.

Estão connosco, ou contra nós? Respondam, e depressa!»

1 comentários:

M disse...

Já mandas? --'

xD

Enviar um comentário