"Writing is a socially acceptable form of schizophrenia."
(E.L. Doctorow
)

"Words - so innocent and powerless as they are, as standing in a dictionary, how potent for good and evil they become in the hands of one who knows how to combine them."
(Nathaniel Hawthorne
)

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Contigo, para dar certo

Eram dois, cada um no seu mundo.
Viviam paralelos entre os murmúrios, fantasias ou desejos que queriam para a sua vida.

Não havia razão aparente para que os seus mundos se cruzassem, mas a vida tem aquele condão de encruzilhar aqueles que nunca se tocaram.

Palavras trocadas, elogios sinceros e um encontro que mudou o panorama. As horas tornaram-se curtas entre tantas palavras, histórias, risos e promessas. A efemeridade de uma tarde imortalizada num dia que por eles não acabaria. Ele, encantado pelo conforto que ela lhe trazia; ela incrédula com o modo de ser que ele ostentava.

Teve demasiado sabor para ficar por ali. Seguiram-se encontros fugazes, fugidas sem pensar e o cimentar de um sentimento com o qual ambos vivem com toda a ânsia de querer ainda mais.

Ela está lá para ele, como ele lhe prometeu que fará de tudo para que ela esteja feliz. Porque nos olhos dela está a garantia que fará tudo para dar certo e nos dele está a certeza que quer ser aquele que a torna completa estando sempre lá para ela.

O trilho será desbravado por ambos, com os passos que juntos definirão como os mais certos. O caminho, esse vão percorre-lo de mão dada, conquistando e querendo ainda mais do que aí vem para ver, porque dos dois mundos que existiam eles fazem questão de criar um novo, aquele que os une ... para que tudo dê certo.

2 comentários:

Unknown disse...

Contigo, Sempre!

A Tua Rainha disse...

Contigo, Sempre!

Enviar um comentário